A odontologia integrativa segue princípios do cuidado integral, especializado e personalizado. A saúde bucal e a saúde geral do indivíduo estão fortemente ligados, então a importância da compreensão das alterações de saúde também devem ser consideradas na condução do tratamento odontológico.

Na odontologia integrativa, a preferência será sempre pela utilização de materiais biocompatíveis e tratamento minimamente invasivos. Cáries, doença periondontal e lesões da mucosa oral são abordados com novas e surpreedentes formas de diagnóstico e tratamento.

Algumas doenças sistêmicas aumentam a incidência de lesões na mucosa oral, de cárie e de doença periodontal. Por isso, pacientes portadores de diabetes, osteoporose, doenças autoimunes, síndromes diversas ou deficiências vitamínicas devem ter cuidado mais especial com sua saíde bucal.

Da mesma maneira, pacientes que fazem uso de certos medicamentos, como os quimioterápicos, que possuem hábitos alimentares inadequados, ou são tabagistas, necessitam de cuidados que reduzam o risco de desenvolverem alterações na cavidade oral. Focos infeciosos, problemas periodontais e cáries podem agravar o risco de contaminações em áreas distantes por elevar níveis bacterianos e inflamatórios no organismo, bem como dificultar o controle de doenças sistêmicas.

Dentro dessa visão integral, existem fatores orgânicos, posturais e emocionais que têm origem no sistema estomatognático (que engloba os processos de mastigação, deglutição, respiração, entre outros). Neste contexto, o dentista tem um papel de observar os problemas de forma mais profunda, com visão multidisciplinar, para a buscar o equilibrio do paciente.

Agende uma consulta